segunda-feira, maio 07, 2012

Triumph Tiger Explorer 1200



Parti para a apresentação desta nova Triumph Tiger Explorer com uma enorme expectativa. Primeiro, porque a Explorer 1200 pertence ao segmento de motos que mais me agrada pessoalmente. Segundo, porque a Triumph é uma daquelas marcas por que nutro um carinho muito especial. 





Afinal já fui muito feliz na companhia de uma velha Tiger 900, que me serviu de refúgio espiritual até há uns poucos anos atrás. Terceiro, porque conhecendo bastante bem a pequena Triumph Tiger 800, bem como a XC, agradava-me bastante a ideia de uma versão à escala, para maior e mais potente. Quarto, porque sou um fã incondicional daquela moto que ainda é considerada a líder do segmento, dona de uma ciclística de elevado nível e de uma eficácia a toda a prova, seja por bons ou maus caminhos: a tão polémica, e agora chamada a ser novamente a pedra de toque, BMW R1200GS. 






Ainda assim, nesta amálgama de emoções, tenho medo de poder vir a parecer tendencioso. O futuro irá seguramente tirar isso a limpo. 

Não perca o texto integral deste contacto na edição  de Abril (nº252) da Revista MOTOCICLISMO

Enviar um comentário